Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Real Portvscale (3) - (3) Bayern Monchique

27.10.09

[1ª Jornada da I Fase de Grupos da Taça da Liga SuperFutsal 2009/2010]

 

Mais um jogo, outra competição, o mesmo adversário no espaço de uma semana!!!!

O aquecimento normal, com muita serenidade, olhando para o outro lado e vendo quase as mesmas caras da passada quarta-feira, sentimos como que um “déjà vu”.
Entretanto é dado o pontapé de saída, inicialmente uma fase de estudo mútua, expectativa de ambas as equipas, há que primeiro sentir o pulso ao jogo e elevar os índices de concentração.
Ao fim de uns minutos a monotonia é quebrada com o 1º golo adversário… perda de bola no meio campo, contra-ataque e golo, bola encaixada onde mora a coruja.
Não há que desanimar e continuamos na mesma toada, sem nunca perder a calma, (lembram-se de ter falado em “ déjà vu”?). . Pois bem, surge o 2º golo da equipa contrária, a papel químico do 1º golo sofrido na última quarta-feira… passe nas costas, bombeado, surgindo o #8 do Bayern para finalizar. Sofremos 2 golos contra a corrente do jogo, nada o fazia prever, contudo, mais uma vez numa situação adversa mantivemos a serenidade e a acreditar que seria possível marcar e mesmo fazer a remontada! Como se 2-0 fosse pouco, alguns minutos depois sofremos o 3º golo de livre indirecto mesmo a terminar a 1ª parte e pensam todos: “pronto, já fomos!” mas desenganem-se, recomeço do jogo e entramos com ganas, muitas ganas, criávamos perigo, íamos rematando e o golo teimava em não aparecer, inclusive o Bayern podia ter feito o 4º golo, aí apareceu a pontinha de felicidade que inúmeras vezes nos faltou no passado e acabaram por não marcar, o jogo vai decorrendo no mesmo timbre, estávamos a pressionar mas o golo não surgia, ate que se dá o momento do jogo: arriscamos jogar com GR avançado, um capítulo de jogo onde nunca tínhamos sido bem sucedidos, porém havia que arriscar…
E assim foi, partimos para cima da barricada, e numa jogada de envolvimento aparece, finalmente, o 1º golo e logo por quem? Por mim, ah pois é meus caros, acreditem os mais cépticos . Sem tempo para grandes festejos, eu como o resto da equipa pensamos: “É possível”, continuamos a insistir e eis q num ápice aparece o 2º golo: a defesa contrária abre o meio dando espaço para o Higuita alvejar a balizar, este tentou a sua sorte e foi feliz, siga, agora mais do que nunca todos acreditavam, vamos chegar lá, e quase no último suspiro, numa jogada de insistência o jovem Coutinho empata com um pontapé daqueles, vocês sabem do que estou a falar , et voilá! Está feito o empate e termina o jogo!!!
 
Não foi uma vitória, é certo, mas a capacidade de reacção e correr atrás do prejuízo sem nunca perder a compostura fez com que soubesse como tal, demonstramos uma alma e coração enorme.
Deixem-me que vos diga: “ Temos Equipa”!!!!!
Um a Um
Zé Gato – Uma exibição ingrata. Sofreu três golos onde não lhe pode ser imputada qualquer tipo de responsabilidade. Ficou na retina a defesa feita ao 2º poste, uma defesa do além, ao estilo de Casillas em Sevilha ... Nota 7
Higuita – Entrou na 2ª parte e fez o que lhe competia, cumpriu quando foi chamado e ainda fez o gosto ao pé (já tens tantos golos como eu LOL) contribuindo decisivamente para a recuperação... Nota 8
Marcelo – Entrou já com o resultado em 0-2, usou a sua impetuosidade e a sua raça para pressionarmos alto a equipa adversária e assim criar mais sufoco na área contrária... Nota 7
Ricardo – Debelado o problema físico pôde fazer a sua estreia em jogos oficiais, mostrou um pouco daquilo em que poderá ajudar a equipa ao longo da temporada: raça, determinação e espírito de sacrifício... Nota 7
Luís – Espírito de luta está sempre presente, nunca dá uma bola por perdida, porém nos últimos jogos as coisas não lhe têm saído bem no capítulo ofensivo. Vamos Luisandro!... Nota 6
Mário – Exibição discreta. Sempre que foi chamado a intervir no jogo não comprometeu e tentou sempre empurrar a equipa para a frente, indicia estar de regresso à sua melhor forma... Nota 7
Bruno Alves – Tentou cumprir sempre que foi chamado a participar no jogo, tentou jogar de forma simples de modo a contrariar alguma falta de confiança que tem demonstrado... Nota 6
Tiago Gonçalves – Rapidez e inteligência são duas das suas armas que usa com frequência, nota-se que ainda procura assimilar processos de jogo da equipa... Nota 7
Timofte – Mais uma exibição discreta onde privilegiou o passe e o potente remate na tentativa de criar desequilíbrios na defensiva contraria... Nota 7
Coutinho – começando pelo fim, somou mais um golo na conta pessoal e que golo!!! Parece que joga no Real faz tempo, tal a forma como se envolve no jogo e a determinação que disputa cada lance, mais uma exibição consistente deste FLUPiano... Nota 8
Deco(*) – Foi um verdadeiro Capitão! Mostrou a sua qualidade, manteve uma postura de tranquilidade em momentos de nervosismo/ansiedade dos seus colegas, deu constantemente indicações aos colegas no que toca aos seus posicionamentos defensivos e coroou a sua exibição com um golo que abriu as esperanças de recuperação. MVP na minha opinião!... Nota 8
 
Um forte abraço a todos
 
Deco Aka Cunhalez #8

(*) Comentário e pontuação atribuidos pelo Mister

Autoria e outros dados (tags, etc)



Postas de Pescada


Imprensa Desportiva

(clica na imagem para aceder à versão digital) Março 2010


Fevereiro 2010


Janeiro 2010


Guia LSF 2010/2011


calendário

Outubro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Pesquisar

Pesquisar no Blog