Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]


Eles já apanharam o nosso sabonete!!!


Paulo Mouro à conversa...

29.01.09

 

 

 "Sou um impulsivo controlado..." 

 

Paulo Mouro #19, para alguns o jogador mais influente da equipa, esteve à conversa connosco partilhando as suas opiniões sobre a equipa e os seus companheiros. Sem “papas” na língua, como é seu apanágio, respondeu a todas as questões sem rodeios.
 
Paulo, obrigado antes de mais pela tua disponibilidade. 
 
Conforme foi prometido, a pergunta do entrevistado anterior transita para ti, apesar de na ARSQS não teres estado nesta situação até ao momento. “Quero saber, o que sente um jogador quando passa um jogo inteiro no banco sem entrar?” citando, Dani.
 
Bem, em tempos, quando me considerava um jogador de futebol a sério, passei várias vezes por essa situação e digo-vos que não é muito agradável. Isto porque todos os atletas trabalham durante os treinos e dão o seu melhor para terem uma oportunidade de ser chamado no decorrer do jogo, mas por vezes os treinadores, por razões tácticas ou adversidades do próprio jogo não acham que esse jogador vá alterar e dar uma nova dinâmica ao jogo.
 
 
Agora a pergunta da praxe, mas que para os nossos leitores é de importância extrema. Como foi que chegaste à ARSQS?
 
Cheguei à ARSQS pelas mãos do famoso, e meu empresário, Hugo Cunha “8”…. LOL! Foi um convite que surgiu naturalmente. De inicio foi para participar em alguns torneios e depois proporcionou-se este desafio de entrar na Liga SuperFutsal. Foram horas de conversa devido a já nesta presente época ter rejeitado algumas propostas de clubes com renome. Mas o meu empresário aliciou-me com o projecto e até comentou comigo que nada melhor que a ARSQS para relançar a minha carreira … LOL
 
 
Sei que alguns elementos te consideram um jogador muito importante, e talvez o melhor da equipa. Agora que se aproxima o jantar anual, e está em votação o melhor jogador do ano, achas que o prémio será para ti?
 
Sinceramente acho que não porque a nossa equipa é recheada de valores. Prova disso é que o MVP dos nossos jogos nunca é o mesmo. No entanto mentiria se dissesse que não gostaria de ganhar pois para mim é muito importante o reconhecimento dos meus colegas de equipa.
 
 
Quais as diferenças entre a equipa da ARSQS hoje, e a de outros tempos, como o caso da que fizeste parte nos torneios do Sr. Júlio?
 
O torneio para mim era como um encontro de amigos que se juntavam ao sábado de manha para dar uns chutos e transpirar um pouco. Os jogadores nunca eram os mesmos e havia muitas falhas. A diferença mais notória nos jogadores base da equipa foi a sua evolução em termos de maturidade e responsabilidade
 
 
Qual o teu 5 ideal?
 
Para dar pau
1.     Zé Gato
2.     Marcelo
3.     Mário
4.     Bruno Alves
5.     Luís Marto
Para chutar à baliza
1.     Luís Marto X 5
Para falar com os árbitros
1.     Rodolfo
2.     Hugo
3.     Ricardo
4.     Zé Gato
5.     P. Mouro
O meu ideal sem duvidas e sem ferir susceptibilidades
 
1.     Rodolfo
2.     Bruno Alves
3.     Deco
4.     Turtle
5.     P. Mouro
 

 

 

 

Referindo a entrevista do nosso capitão, a determinada altura foi questionado qual o jogador com que mais se identifica, sendo que a resposta foi “…quanto ao jogador que mais me identifico, vou referir o jogador que na minha opinião é o jogador mais completo e uma mais-valia para a equipa, é ele o Paulo Mouro…”. Achas que o facto de teres companheiros que te tenham como referência, coloca em ti alguma pressão extra?
 
A minha vida é feita de pressões devido a 90% dela ser passada ao lado de uma mulher… Ehehe. Não se poderá chamar pressão mas obviamente que fico triste quando as coisas me correm menos bem. Procuro transmitir aquilo que aprendi ao longo dos anos, tanto nos treinos, como nos jogos. Daí que me preocupe em não desiludir e até mesmo em não prejudicar a equipa
 
 
Vou aproveitar esta afirmação e lançar-te a mesma pergunta. Quem é para ti o jogador com quem mais te identificas, tanto a nível pessoal como futebolisticamente? 
 
É obvio que dada a amizade e a proximidade de longa data que tenho com o Hugo (nada de panasquices…) me identifico com ele, é uma das pessoas que vi crescer futebolisticamente e a nível pessoal, e digo-vos que evoluiu muito. Prova disso é ser o capitão da equipa e ter o reconhecimento de todos. Temos o mesmo espírito de luta e a mesma dificuldade em digerir resultados menos positivos
 
Já tens um background futebolístico muito grande, apesar de ter sido maioritariamente ligado ao futebol de 7 e futebol de 11, mas em todo o caso, o que mudarias para tornar a equipa da ARSQS mais eficaz?
 
 
Em primeiro lugar mudava desde já o nome da equipa e vestia os meninos de azul marinho… LOL. O ideal era termos mais um treino por semana para podermos melhorar táctica e mentalmente porque ter só bons jogadores não basta.
 
 
Relativamente aos novos reforços (Sérgio e Selas), achas que poderão se úteis para o resto da Liga?
 
Já tive oportunidade de jogar com ambos (…os dois…) e acredito que vão trazer mais qualidade de opções ao grupo. O Sérgio pela experiência e técnica e o Selas pelo espírito e força que determina em cada jogada que disputa.
 
 
 
 
Neste momento, e em jeito de “treinador de Bancada” achas que existe algum jogador que não teria lugar no plantel da ARSQS?
 
Acho que existe qualidade na equipa mas neste momento, na minha opinião, o Diego é o elo mais fraco (devido a ser o jogador que menos tem dado provas da sua contratação) e também o bonequinho Michelin que esteve lá em período de experiência.
 
 
Achas que existe um ambiente estável no balneário, ou para ti existem alguns focos de instabilidade, mesmo não sendo com essa intenção? (pergunta de barulho)
 
Depende. Em que balneário? Verde ou vermelho? LOL!
É difícil, somos um grupo grande e a afinidade não é igual entre si. Agora em jeito de exemplo: No campo não podemos pedir ao Hugo que compreenda os berros do Marcelo, pedir ao Daniel que ouça a voz do Carlos quando ele diz “defende”, pedir ao Bruno Alves que no timeout deixe o mister falar, dizer ao Zé gato que jogue bem com os pés e dizer ao Paulo que goste do Higuita quando ele não passa a bola.
 
 

 

 

Tu és um jogador com uma cultura táctica provavelmente um pouco superior à maioria de nós. Achas que existe pouco rigor durante os jogos? Achas que o Mister nos transmite claramente esse rigor táctico e explana bem as suas ideias?
 
O pouco que o Carlos sabe e nos transmite, por vezes é mais do que suficiente para ganharmos jogos. Agora não podemos esperar muito rigor táctico a um grupo que treina uma vez por semana. Como é obvio leva o seu tempo a ser interiorizado e outro tanto a pôr em prática.
 
 
Esta fase menos positiva da ARSQS achas que está a alterar os níveis de confiança da equipa? Achas que está a faltar um pouco mais de incentivo por parte da direcção/Mister?
 
Afectou-nos mas é normal haver tremideiras após as primeiras duas derrotas e existir desânimo num ou noutro jogador, mas não penso que haja uma baixa de auto-estima em geral, apenas uma sucessão de azares.
 
 
Ouvi da tua pessoa uma frase que achei bastante curiosa e da qual eu também partilho: “…levamos esta Liga mais a sério…”. Sendo que o contexto não foi propriamente revelado aqui, achas que os jogadores da ARSQS levam esta Liga realmente mais a sério do que as restantes equipas?
 
Acredito que sim, dá para verificar que tanto nos treinos como nos jogos, a malta está toda em campo para ganhar! A maneira como cada jogador disputa os lances e o incentivo que vamos dando uns aos outros é espectacular! Isso não reparei em qualquer outra equipa adversária.
 
 
Sei que és um jogador impulsivo mas em campo tentas combater isso. Que conselho dás a quem partilha essa maneira de ser para que essa mesma impulsividade não prejudique o desempenho pessoal e colectivo?
 
Sou um impulsivo controlado, LOL. Qualquer jogador que goste de futebol e que goste de ganhar se torna um impulsivo inconscientemente. É difícil quando se defronta adversários que já vão para o campo com uma atitude agressiva e conflituosa (dar pau!). É complicado aguentar todas as provocações, já para não falar dos árbitros. Mas o importante é tentar sempre pensar antes de agir negativamente a qualquer adversidade.
 
 
Define os teus colegas numa palavra (não irei incluir os reforços por motivos óbvios):
 
Higuita– Contraditor
Zé Gato– Goelas
Rodolfo– Renas
Marcelo– Quarterback
Deco – Guerreiro
Mário– Sarrafeiro
Bruno Alves– Motivador
Freitas– Roscas
Ricardo– Sindicalista
Turtle– Mágico
Luis– Lutador
Luis Marto – Rematador
Dani– Matador
Diego – El Solitário
Carlos (esta é mesmo para barulho - risos) – Barrigas
 
 
 

 

Em jeito de remate, qual pensas ser o futuro da ARSQS?

 
Penso que neste momento o importante é desfrutar o presente e manter todos estes jogadores unidos semana após semana sempre com novos desafios que nos mantenham com pica. Num futuro próximo espero que, com a força de todos nós, consigamos arranjar uma maneira dos meninos da equipa serem federados.
 
 
Antes de terminarmos deixava-te o mesmo desafio do Dani. Qual a pergunta que gostarias de ver colocada ao próximo entrevistado?
 
Tu sendo um jogador importante na equipa que conselho dás ao mister Carlos para ele se tornar um treinador mais completo?
 
 
Queres deixar alguma mensagem à equipa?
 

Quero desejar um bom resto de liga a todos e dizer que temos valor a mais para o campeonato no qual estamos inseridos. Por isso vamos acreditar que conseguimos ser os campeões! Não esquecer claro o trabalho excelente do Carlos e Bruno Alves na dinamização do blogue da equipa…. “Obrigados” (LOL)

 

Paulo, mais uma vez obrigado pela tua disponibilidade, e boa sorte para o resto da liga.

 

 

Abraço

(B.A.15)

Autoria e outros dados (tags, etc)


15 comentários

De Bruno Alves a 29.01.2009 às 14:52

A escolha das fotos não foi minha...mas devo-te dizer...de qualidade!!!!
Nunca mais o nosso balneário será o mesmo depois da tua primeira foto...temo pela tua saúde no próximo treino!
Mas à parte disso, grande entrevista!!!!
Abraço

De Carlos a 29.01.2009 às 14:55

"...impulsivo controlado"

"... nada de panasquices…"

Humm, com estas vestimentas tenho umas certas dúvidas disso.

Epá...em cada entrevista que se publica existem sempre frases que fico intrigado, por exemplo:

"...O pouco que o Carlos sabe e nos transmite..."

Sinceramente, não sei o que querem dizer com isto

De Deco a 31.01.2009 às 03:33

As vestes da foto de apresentação serão certamente muito usadas no carnaval deste ano ou entao numa parada gay eheheh

qt a entrevista, não está tão boa como a do jovem q enverga a camisa oito :D mas é digna de ser capa de um qualquer jornal desportivo da nossa praça!!!

em suma, uma excelente entrevista proporcional as qualidades como pessoa e também como jogador!!!!

grande abraço 21, ups, 1 + 9 eheheheh

OLHOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!!!

De Turtle a 01.02.2009 às 23:13

Gosto da pergunta do define os teus colegas NUMA PALAVRA em que dizes e citando:

"Diego – El Solitário"

Em grande Risos

De L8G a 02.02.2009 às 14:36

Ora ca estou eu de regresso depois de um fim de semana trabalhoso e sobretudo desgastante...sulfatar uvas em Fafe não é nada fácil acreditem!!
Num destes dias ao visitar o blog deparo-me com uma entrevista bem interessante e sobretudo com muito OLHO por parte do 1+9!!
Em primeiro lugar a primeira foto é de HOMEM, gajo que é gajo usa laço azul...
No que se refere ao jogo de palavras, esse foi verdadeiramente desconcertante, tal e qual o 1+9 é dentro de campo...Discurso objectivo, incisivo, e sobretudo muito frontal!!
É por pessoas como tu que vale a pena continuar a lutar por este projecto!
Forte abraço!

De ZG27 a 03.02.2009 às 01:10

Não sendo uma crítica directa a esta entrevista e muito menos às pessoas intervenientes, mas sim um alerta para a equipa, deixo aqui o meu grito de desalento pelas constantes críticas ouvidas durante os treinos. Se ainda fossem críticas construtivas seria muito interessante, mas não o sendo ferem o sentimento dos jogadores visados.
Sejam mais humildes...

De Deco a 03.02.2009 às 02:41

Foi com surpresa que cheguei do treino e vi este comentário... Julgo que os nossos treinos correm de uma forma positiva e que quando há uma chamada de atenção é de facto para melhorar um aspecto/situação de jogo sem nunca ter por objectivo desmotivar seja quem for...

Abraço a todos...

De Bruno Alves a 03.02.2009 às 14:14

Como em todos os grupos, existem várias personalidades e várias maneiras de ver as mesmas coisas! A minha opinião é de que acho que ninguém tem falta de humildade, ou melhor, mesmo que essa falta de humildade exista em alguém, não tenho visto nos treinos comentários despropositados, apenas chamadas de atenção dentro da equipa de treino para melhorarmos nos jogos, e temos tido resultados práticos...temos vencido! É bom que se existe alguma situação concreta, menos clara ou por esclarecer, que se fale e nos treinos...antes nos treinos do que nos jogos como vemos muitas equipas a fazerem.
Abraço.

De Carlos a 03.02.2009 às 14:39

Como todos sabem ou deveriam saber, este blog é livre, tal como a ARSQS.
Livres de comentar, livres de criticar, etc.
Contudo, temos de ter em conta dois aspectos quando vivemos em liberdade:

1º) A crítica pode ser feita por nós ou pode ser-nos feita. E como tal não podemos querer que aceitem as nossas críticas e ao mesmo tempo não aceitamos ser criticados. Qualquer pessoa que vive em sociedade tem de perceber uma critica. Pode não concordar, mas deve aceitá-la.
Porém, quem critica deve perceber que está sujeito a ser criticado.

2º) Existem criticas destrutivas e criticas construtivas. Quanto às criticas destrutivas só podemos ignorá-las ou aceitá-las com fair-play. Quanto às criticas construtivas, só devemos aceitá-las e fazer com que no futuro elas desapareçam com o nosso empenho e trabalho;

Eu sou a pessoa que mais critica os jogadores (sejam positivas ou negativas) como tal, estou mais exposto à critica.
Directa ou indirectamente, já fui criticado em todas as entrevistas aqui publicadas. Só tenho de as aceitar e melhorar, de forma a no futuro não ser criticado.
Aceito toda e qualquer critica que me façam, sem criar rancores ou inimizades.

Abraços

Se quiserem, sigam o meu exemplo...

De ZG27 a 03.02.2009 às 15:40

Colegas,

é exactamente isso que é necessário. As criticas exigem e devem ser feitas. O sítio para as fazer é nos treinos, mas estas para serem construtivas deverão ser efectuadas directamente e de uma forma concreta.

Abraços.

De mouro10 a 03.02.2009 às 21:50

E com algum desconforto que vejo que as minhas palavras feriram pessoas referidas na entrevista, mas como humilde que sou deixo a minha opinião aos comentários do SR.ZG27 ..ah e não e com o objectivo de desmotivar ninguém
palavras citadas por ti ZÉ NÃO SENDO UMA CRITICA A ENTREVISTA " ate ai tudo bem, agora quando dizes
"FEREM OS SENTIMENTOS DOS JOGADORES VISADOS já te estas a referir a palavras ditas por mim na entrevista.
tenho pena que a minhas respostas tenham deixado alguma pessoa inquieta, mas o que foi dito por mim na entrevista em nada foi mentira e nem com o intuiu de magoar ninguém um abraço ZÉ deste teu amigo HUMILDE P.Mouro
fecho com uma frase dita em cima..
"QUEM CRITICA DEVE PERCEBER QUE ESTA SUJEITO A SER CRITICADO "

De ZG27 a 03.02.2009 às 22:24

Paulo, penso que não percebeste as minhas palavras. Eu não me estou a referir minimamente à entrevista estou simplesmente a falar do último treino. Só inseri comentário na entrevista, porque era o primeiro tópico do blog. Nada mais.

Abraço.

De Deco a 04.02.2009 às 01:29

É esta capacidade de dialogo entre todos que nos torna uma equipa diferente das demais, que nos permite ao longo do tempo melhorar a nossa qualidade de jogo e assim " trabalhar mais e melhor para atingir o objectivo" que passa por em cada jogo sermos cada vez mais fortes.

Vamos agora pensar e concentrar nos próximos jogos para continuarmos na senda das vitorias...

Forte abraço a todos...

De Camarinha a 04.02.2009 às 09:35

Boas malta,

só tenho a dizer que independentemente da critica ser destrutiva ou construtiva, deve-se saber usar essas criticas para crescer e melhorar o seu jogo, fazendo com que as criticas se calem....
Saibam ouvir o mister pk ele ainda sabe umas coisitas
e acima de tudo não se intimidem com as criticas, enfrentem-nas...

Grande abraço e espero em breve ver imagens da grande festa da ARSQS.

De IM a 16.02.2009 às 13:51

Continuas lindo como sempre...

Tinhas um grande futuro no "INTER-MILHEIRÓS", mas paciência nem sempre somos perfeitos.Lol

Abraço do teu amigo

Ivo

Comentar post




Fregueses (desde 2/11/2008)




Postas de Pescada


Pessoas com "Bom Gosto"


Plantel 2012/2013


Plano de Festas

Carrega no evento para veres mais detalhes

Liga SuperFutsal 2012/2013

Classificação
Últimos Resultados
Próximos Jogos

Videos Caseiros

Canal Youtube Real Portvscale

Imprensa Desportiva

(clica na imagem para aceder à versão digital) Março 2010


Fevereiro 2010


Janeiro 2010


Guia LSF 2010/2011


calendário

Janeiro 2009

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Pesquisar

Pesquisar no Blog